NOSSO TELEFONE

(11) 3091-3746

NOSSO EMAIL
NOSSOS HORÁRIOS

Segunda à Sexta, das 08h30 às 19h.

VOLTE SEMPRE!
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Social Icon
ENCONTRE-NOS

Estamos localizados na

Av. Prof. Lineu Prestes, 580 - Bloco 19 Andar Superior

Cidade Universitária/SP

São Paulo/SP

CEP: 05508-000

 

© Gestão 2018/2019 - Julia Mariotto Prado

FESTAS

Como toda associação, a AEQ precisa de dinheiro para manter suas atividades. Uma das formas utilizadas para arrecadar esse dinheiro é a realização de festas. Essa tarefa é responsabilidade da Diretoria de Eventos, mas conta com a participação e mobilização de toda a AEQ. 

Organizar uma festa é extremamente trabalhoso. É necessário pensar em temas, cotar atrações, locais, bebidas, produzir as artes de banners, flyers, ingressos, fazer divulgação física e online, e trabalhar muito no dia. A AEQ realiza em média duas festas por ano, geralmente com parceria de outro(s) centro(s) acadêmico(s).

Um diferencial extremamente positivo que está presente em todas as festas da AEQ é a CAO (Comissão Anti-Opressão). Segue abaixo um texto explicando o que é a CAO e a sua importância.

 

 

 

O porquê da CAO

Eu sozinha ando bem, mas com você ando melhor

 

Não é novidade - ou não deveria ser - que existe opressão no nosso ambiente universitário, seja machismo, racismo, lgbtfobia e gordofobia ou outras formas de desrespeito. Numa tentativa de mostrar que opressão não deve mais ser ignorada, naturalizada ou acobertada, surgiu a ideia da CAO. A Comissão Anti-Opressão (CAO) consiste em um grupo de pessoas numa festa a fim de ajudar qualquer um com quaisquer problemas.

É realmente bom ouvir de alguém: "Gostei muito da iniciativa" ou "Só vim porque vi que ia ter CAO" (sim, já ouvi ambas falas). Mais que os elogios, não receber reclamações de opressão durante a festa é ótimo. Infelizmente, é preciso pensar na possibilidade de não haver denúncias não só por não haver casos de opressão, mas também por medo ou vergonha, já que é sabido que muitos não denunciam assédios e abusos por terem medo e por sentirem que a denúncia não vai dar em nada. E é necessário reafirmar que casos de opressão NÃO SERÃO TOLERADOS. Vai ter expulsão sim!

A CAO quer dar segurança, fazer todos se sentirem confortáveis em um ambiente que deveria ser de todos. Mas é uma medida que lida com as consequências de opressores, não uma medida que muda estruturalmente suas cabeças. Infelizmente, não é fácil fazer algo mais estrutural como é fácil ter algumas pessoas de batas rosas numa festa - o que, convenhamos, é bem fácil ter e significa muito para quem é oprimido. No entanto, a CAO é um dos indicadores de que os tempos estão mudando, mesmo que em passos pequenos, e que cada vez menos opressores passarão.

O objetivo final da CAO é desaparecer; não ser necessária, por não haver mais opressão. É um futuro utópico? Provavelmente, mas isso não quer dizer que essa não deve ser a meta.

Daniela Kang